Atualizar um banco de dados

Atualizar automaticamente a versão do mecanismo espelho. Uma versão do mecanismo espelho é uma atualização feita em uma versão do mecanismo de banco de dados dentro de uma versão do mecanismo principal. Por exemplo, uma versão de mecanismo principal pode ser 9.6 com as versões de mecanismo secundárias 9.6.11 e 9.6.12 dentro dela. Tenho um sistema em que ele pega informações do banco de dados. E esse banco de dados vai recebendo dados direto, então queria saber como pego esses dados e mostro na página, mas sem essa página ser atualizada. Esse sistema está em php. Selecionar a guia Atualizar. Clique no botão Iniciar. Enquanto a atualização estiver sendo executada, um indicador de andamento (percentual de conclusão e tempo remanescente) e o botão Parar são exibidos. Quando a atualização de banco de dados for concluída, um relatório será exibido. Lição 22: Atualizando dados em um Banco de Dados. Em lições anteriores você aprendeu a inserir, requisitar e apagar dados de um Banco de Dados. Nesta lição estudaremos como atualizar os dados de um Banco de Dados, ou seja, editar os valores dos campos de uma tabela do Banco de Dados. Atualizando dados com SQL Preciso criar uma consulta/tabela com um comando/regra/critério que, ao atualizar uma norma, faça com que a norma antiga saia do banco de dados e seja substituída pela nova norma. Esse comando precisa ser automático. Queria saber como poderia fazer um programa extra de atualização de banco de dados, pois tipo assim: Tenho o meu programa em um comercio, ai eu faço novas atualizaçoes tanto no banco de dados, mas ai quero atualizar ele, mas o cliente já tem os dados cadastrados nele, e ai queria fazer isso sem pegar o banco de dados e ficar mexendo, queria algo que acrecentasse o que e adcionei a mais no ... Você sabe o que é um Banco de Dados? Não tem segredo: são conjuntos de arquivos organizados para criar algum sentido e facilitar buscas e pesquisas, como uma lista telefônica, por exemplo. Se tentar usar um banco de dados desatualizado, você precisará fazer o download e a instalação do Utilitário de migração de banco de dados de levantamento topográfico Autodesk Civil 3D. O banco de dados não poderá ser utilizado enquanto não for atualizado para o SQLite. Quando o Amazon RDS oferece suporte a uma nova versão de um mecanismo de banco de dados, você pode atualizar suas instâncias de banco de dados para essa nova versão. Há dois tipos de atualizações para instâncias de banco de dados SQL Server: atualizações de versão principal e atualizações de versão secundária. Usando SQL para atualizar um banco de dados. Google Sala de aula Facebook Twitter. E-mail. Modificando bancos de dados com SQL. Usando SQL para atualizar um banco de dados. Este é o item selecionado atualmente. Alterando linhas com UPDATE e DELETE. Desafio: Documentos dinâmicos.

SITE DE TRAIÇÃO Nº1 DO BRASIL

2020.07.16 16:24 fobygrassman SITE DE TRAIÇÃO Nº1 DO BRASIL

SITE DE TRAIÇÃO Nº1 DO BRASIL
Encontre um traidor brasileiro em menos de 2 horas, garantido! Rápido, fácil e grátis
Aprenda a Aproveitar os Melhores Sites de Traição do Brasil De uma dona de casa traidora real.
Quando você está em um site de traição, deseja basicamente quatro coisas:
  1. Discrição
  2. Um grande banco de dados de traidores para escolher
  3. Uma forte presença feminina no site de triação
  4. Facilidade de uso.
Embora muitos sites de triação possam fornecer os itens 1 e 4, o verdadeiro truque é encontrar um site estabelecido e ativo com traidoras reais. Felizmente, Ashley Madison fornece todos os quatro!
Discrição Ashley Madison inovou algumas das melhores ferramentas de discrição conhecidas para sites de traição
Você não precisa confirmar seu e-mail para se inscrever, o que lhe dá uma negação plausível "Querida, alguém deve ter usado meu e-mail para se inscrever"
Você pode usar o assistente de fotos patenteado para tornar suas fotos mais discretas adicionando máscaras, desfoque ou recorte.
Você pode criar uma galeria privada para suas fotos mais arriscadas e conceder e revogar o acesso aos usuários.
Eles têm um botão de pânico. Se você estiver navegando na Ashley Madison e alguém entrar, basta clicar no botão de pânico no canto superior direito e você será imediatamente levado ao Google.com
Cobrança privada. Se você decidir atualizar e tirar proveito de tudo o que Ashley Madison tem a oferecer, pode ter certeza de que o nome "Ashley Madison" não aparecerá em nenhuma fatura ou extrato. Ashley Madison usa uma empresa terceirizada com um nome seguro e despretensioso.
Grande Base de Usuários Ashley Madison foi lançada no Brasil em 2010 e adicionou quase 2.000.000 de traidores brasileiros e espera acrescentar outros 1.000.000 até 2020.
Desde a sua criação, já reuniram mais de 50.000.000 de usuários em todo o mundo. Isso faz da Ashley Madison um dos sites de namoro mais visitados do mundo. Não apenas site de triacao, mas de namoro em geral. Isso permite que você encontre um parceiro para um caso em praticamente qualquer país do mundo. Então, se você estiver viajando ou quiser apenas encontrar um parceiro para um caso virtual da Suécia, América, Colômbia ou Alemanha, poderá fazê-lo no Ashley Madison melhor do que em qualquer outro site de traiçao.
Grande Presença Feminina As mulheres podem participar e usar todos os recursos de Ashley Madison 100% de graça.
Isso ajuda a equilibrar a proporção de homens / mulheres no site.
Enquanto 60% das inscrições no Brasil são homens, apenas 10% dessas inscrições se tornam usuários ativos.
Dos 40% das inscrições femininas, 50% se tornam usuárias ativas porque podem fazê-lo 100% gratuitamente.
Também desde o hack da Ashley Madison em 2015, o governo americano e as autoridades reguladoras exigiram a remoção imediata de todos os "bot" da Ashley Madison como parte de um acordo para continuar as operações nos EUA e no exterior.
Isso fez três coisas: 1. Os usuários podem ter certeza de que não há bots ou usuários falsos
  1. Ashley Madison monitora ativamente o site em busca de fraudes, usuários falsos e bots
  2. Ashley Madison investiu esforço e dinheiro consideráveis na condução de traidoras para o site, ao contrário de muitos outros sites de traição.
Facilidade de Uso TNenhum outro site de traição investiu mais dinheiro e pesquisa em experiências de usuários como Ashley Madison. Você pode esperar a mesma facilidade de uso que o Facebook ou o Badoo na Ashley Madison. Da inscrição à pesquisa, ao bate-papo e ao encontro.
TAshley Madison também é responsiva e funciona igualmente bem no seu dispositivo móvel ou tablet.
TPor todas essas razões e mais, recomendamos a Ashley Madison como nosso site de traição # 1.
TPara obter mais informações sobre como obter sucesso na Ashley Madison, consulte nossas:
Melhores dicas para homens & melhores dicas para mulheres
TIsso certamente dará a você uma vantagem contra a competição e ajudará a encontrar uma traidora em menos de 1 dia.
Experimente Ashley Madison 100% Grátis e Viva com paixão, sem arrependimento!
submitted by fobygrassman to site_de_traicao [link] [comments]


2020.06.22 05:05 CDninja Valorant e seu anti-cheat Riot Vanguard

Caros bredditors,
EDIT:
TLDR - O Vanguard é basicamente um programa que age como um vírus, instala automaticamente com o Valorant e inicia junto com o Windows, ao contrário de outros jogos.
Sei que muitos de vocês são gamers ou estão envolvidos de alguma forma com a comunidade gamer. Estou fazendo esse post para chamar atenção a respeito do jogo Valorant e o anti-cheat que é instalado com ele, o Riot Vanguard.
Instalei recentemente o jogo e percebi que o anti-cheat em questão roda ao iniciar o Windows, mesmo sem iniciar o jogo. Além disso, se o serviço for desativado, o jogo só pode ser iniciado após reiniciar o computador. O que é muito estranho.
Então, parti para uma pesquisa rápida com alguns amigos, e o que foi encontrado é no mínimo intrigante:

O anticheat tem privilégios excessivos sobre o computador e é capaz de bloquear aplicativos que ele julga "vulneráveis", sendo que anteriormente já existiam relatos de programas legítimos (ex: msi afterburner) sendo bloqueados. NENHUM programa deveria ter a permissão de bloquear outros programas no computador, sendo a exceção apenas os antivírus. Isso quer dizer que o anticheat tem acesso privilegiado ao sistema e realiza tarefas em segundo plano sem o seu consentimento.
https://www.pcgamer.com/the-controversy-over-riots-vanguard-anti-cheat-software-explained/

Segundo a própria Riot, o programa se comporta dessa forma sob a justificativa de que
"Isso é bom para parar os cheaters, porque uma maneira comum de ignorar os sistemas anti-fraude é carregar os cheats antes que o sistema anti-cheat seja iniciado e modificar os componentes do sistema para conter o cheat ou alterar a cheat do sistema anti-cheat enquanto ele carrega. A execução do driver no momento da inicialização do sistema torna isso significativamente mais difícil."
Ou seja, sob a justificativa de conter cheaters, você garante ao programa, e seus moderadores, o acesso completo aos serviços executados em seu computador. Qual nível de acesso? O Vanguard tem um componente de driver do núcleo o sistema, chamado vgk.sys, que possui os mais altos privilégios de acesso.
https://www.reddit.com/VALORANT/comments/fzxdl7/anticheat_starts_upon_computer_boot/fn6yqbe/ - Comentário de um funcionário da Riot sobre o assunto.

Um programa desse tipo abre uma brecha de segurança importante. Com acesso privilegiado, sendo basicamente o "rootkit", ele pode ver e manipular grande parte dos dados do computador. Além de a própria Riot poder espionar seus usuários (lembrando aqui que a Riot é propriedade da Tencent), existe uma possibilidade real de uma falha ser descoberta por hackers num futuro não muito distante que por consequência terão acesso irrestrito aos computadores de todos os jogadores.
Segundo a Riot,
" O driver Vanguard não coleta ou envia nenhuma informação sobre seu computador para nós. Qualquer verificação de detecção de fraude será executada pelo componente não-driver somente quando o jogo estiver em execução. "
e ainda,
"Se um bug for encontrado nos drivers da Vanguard, o sistema foi configurado para ser fácil de atualizar em qualquer cadência necessária (separada da cadência de atualização do jogo), portanto, provavelmente poderemos responder em algumas horas. Durante essas horas, o Vanguard seria desativado no jogo, e os jogadores seriam instruídos a desinstalá-lo nesse meio tempo. "
Ou seja, além de não termos como confirmar se o Vanguard realmente não coleta informações, a Riot tem o poder de instalar qualquer atualização (e em teoria qualquer coisa) nos computadores sem a necessidade de aceite pelo usuário.
https://arstechnica.com/gaming/2020/04/ring-0-of-fire-does-riot-games-new-anti-cheat-measure-go-too-fa

A maneira com que a Riot usa seu anti-cheat é desnecessariamente invasiva e não impede que haja usuários usando cheats no Valorant. Mesmo que no momento não haja maiores motivos de preocupação, o Vanguard age basicamente como um vírus no sentido que tem acesso a tudo e pode ser facilmente utilizado para fins maliciosos.
Desaconselho fortemente a instalação do Valorant em um computador que contenha informações sensíveis, como informações de banco e documentos.
Valeu pessoal, só isso mesmo.
submitted by CDninja to brasil [link] [comments]


2020.04.25 13:59 bobmonofree Comparadores de preços de produtos de supermercado?

No Paraná eles usam aquele esquema da nota fiscal eletrônica pra criar uma base de dados onde o consumidor pode acessar (pelo app Menor Preço) e comparar os preços dos produtos entre diversos estabelecimentos. O bacana desse sistema é que, da forma como é implementado, ele deve ser super completo e atualizado. O Rio Grande do Sul também parece ter um sistema semelhante.
Numa pesquisa rápida eu até encontro uns apps com essa proposta de comparador de preços, mas por serem dependentes da (pequena) comunidade atualizar eles acabam sendo extremamente incompletos e desatualizados, o que na prática os torna inúteis.
Por isso eu pergunto - alguém sabe de algum app bacana pra comparar preços de produtos que encontramos no supermercado (alimentos, produtos de higiene, de limpeza...)? Pode ser oficial ou de terceiros; idealmente que funcione integrado a algum banco de dados (tipo o do Paraná), mas se for baseado na comunidade também é bem-vindo, mas nesse caso é mandatório que seja um app popular, de modo a ter o potencial de ser realmente completo e atualizado.
Ah, e tô em São Paulo, mas sintam-se à vontade para falar de quaisquer que vocês conheçam (afinal podem acabar ajudando outras pessoas).
submitted by bobmonofree to brasilivre [link] [comments]


2020.04.25 13:59 bobmonofree Comparadores de preços de produtos de supermercado?

No Paraná eles usam aquele esquema da nota fiscal eletrônica pra criar uma base de dados onde o consumidor pode acessar (pelo app Menor Preço) e comparar os preços dos produtos entre diversos estabelecimentos. O bacana desse sistema é que, da forma como é implementado, ele deve ser super completo e atualizado. O Rio Grande do Sul também parece ter um sistema semelhante.
Numa pesquisa rápida eu até encontro uns apps com essa proposta de comparador de preços, mas por serem dependentes da (pequena) comunidade atualizar eles acabam sendo extremamente incompletos e desatualizados, o que na prática os torna inúteis.
Por isso eu pergunto - alguém sabe de algum app bacana pra comparar preços de produtos que encontramos no supermercado (alimentos, produtos de higiene, de limpeza...)? Pode ser oficial ou de terceiros; idealmente que funcione integrado a algum banco de dados (tipo o do Paraná), mas se for baseado na comunidade também é bem-vindo, mas nesse caso é mandatório que seja um app popular, de modo a ter o potencial de ser realmente completo e atualizado.
Ah, e tô em São Paulo, mas sintam-se à vontade para falar de quaisquer que vocês conheçam (afinal podem acabar ajudando outras pessoas).
submitted by bobmonofree to brasil [link] [comments]


2019.11.08 17:29 morientesbr 17 dicas para você se destacar no mercado imobiliário

17 dicas para você se destacar no mercado imobiliário
Confira:
1. Se mantenha sempre à frente de seus concorrentes
Se manter atualizado não é mais um diferencial, sabemos que hoje só sobrevive tendo bons ganhos e oportunidades aqueles profissionais que se atualizam, que estudam e estão sempre buscando formas de inovar em sua área de atuação.
Assim como os profissionais do mercado imobiliário estão mudando, os consumidores também já estão lá na frente.
Quer uma prova disso? O gráfico abaixo ilustra o comportamento do consumidor de imóveis na internet, isso tudo antes mesmo de considerar falar com a imobiliária:

https://preview.redd.it/cu0p6qxhohx31.png?width=600&format=png&auto=webp&s=1838e97c370a3517540c64b99ad259b3e8ed3f10
Fonte: Think Real Estate With Google
E você como profissional precisa estar tão preparado quanto o seu cliente, esse será o grande trunfo frente ao seu concorrente! Um excelente Corretor de imóveis entende a jornada de compra do seu cliente e vê as tendências do mercado imobiliário antes de todo mundo, vou te dar uma dado importante:
30% dos consumidores compram nos 3 primeiros meses, porém outros 30% compram depois de 18 meses, os outros 40% estão no meio do caminho – Esses dados são do VivaReal.
Ter os conhecimentos necessários sobre o comportamento do seu cliente pode e vai te lançar à frente do seu concorrente, fique atento.
Separamos um vídeo muito bacana do evento dedicado ao nosso mercado que o Google promoveu há alguns anos, porém que alguns temas continuam muito atuais. Veja abaixo uma das palestras que aconteceu no Think Real Estate With Google:
2. Defina um nicho de mercado
É mais fácil conseguir conquistar os seus clientes e destacar-se diante da concorrência se você definir, para a sua imobiliária, um nicho de mercado. Pode ser a atuação somente com imóveis de alto padrão, a venda e o aluguel de bens mais populares ou você pode fazer uma segmentação por região. O que importa é descobrir onde encontrar mais clientes para a sua empresa.
Fazer isso também ajudará os seus colaboradores a ter um conhecimento mais aprofundado, tanto dos clientes quanto do mercado em que a sua imobiliária se insere, focando no público certo. Essa especialização poderá fazer toda a diferença na personalização do atendimento ao cliente, tornando seus profissionais uma referência na área escolhida.
3. Aprofunde o conhecimento sobre seus clientes
Somente um conhecimento aprofundado sobre os desejos e as necessidades dos clientes será capaz de levar uma negociação ao sucesso. Os corretores devem saber quais são as suas expectativas para que possam oferecer os imóveis que mais se aproximam a elas.
A dica, para isso, é saber ouvir, deixando de lado a ansiedade para a venda e tornando-se mais sensível e empático diante do que o cliente está expondo. Ajude a qualificar o cliente, transformando as dúvidas e indecisões em possibilidades de compra nas condições que o atendem. Por fim, é preciso que os colaboradores da imobiliária saibam vencer as inseguranças do cliente para inspirá-lo a assinar o contrato.
4. Fique atento aos resultados sempre.
Bernardo Hees, Diretor executivo da Kraft Heinz diz que existem dois tipos de profissionais: Os que batem as metas e os que explicam o motivo pelo qual não batem as metas, esse segundo porém são sempre os melhores em argumentos e fazem PowerPoint e cálculos para explicar o motivo, porém isso é irrelevante, pois a meta não foi batida.
Não faça parte do segundo grupo de profissionais, o mercado imobiliário carece de bons profissionais, com as qualificações necessárias para vendas, negociação e conhecimento de novas tecnologias. Fique sempre atento aos seus resultados – a melhor estratégia, hoje, é focar!
O mercado imobiliário em 2019 estará super aquecido e você precisa estar realmente focado e preparado para ter os resultados que você deseja, prova disso é o otimismo do setor. Há alguns meses saiu uma matéria no Estadão, onde Elie Horn, fundador e presidente do conselho de administração da Cyrela, comenta sobre o Boom no mercado que está por vir em 2019, depois de uma fase difícil para a construção civil.
Então para 2019 tenha foco no que é importante, se qualifique para atingir resultados cada vez melhores e fique sempre muito atento a novas tecnologias que facilitarão a sua vida como Corretor de Imóveis, na dica 5 vamos falar mais sobre esse tema.
5. Seus clientes valem ouro, cuide bem deles
Quando o atendimento é excelente, o preço vira Commodity, essa frase, de Luiza Helena Trajano, Presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, ilustra muito bem o que o cliente sente durante sua jornada de compra.
Seja comprando um celular seja comprando um apartamento, o sentimento de carinho e importância deve ser o mesmo. Empresas que entendem que seus clientes vem sempre em primeiro lugar, e que devem ser tratados com muito respeito e atenção estão revolucionando o mercado onde atuam.
Aqui ilustro com um outro exemplo, quando um cliente vai a uma loja Apple, ele não compra apenas um celular ou um notebook com alto valor agregado, ele sente uma experiência no momento da compra, e porque não levar a mesma sensação para quem está comprando um imóvel?
Entenda seu cliente, saiba de suas necessidades para comprar um imóvel, se tem filhos, se é casado, muitas pessoas estão investindo em um sonho, não apenas em um bem material.
Um cliente bem cuidado é um cliente que indica, se você como Corretor de imóveis quiser vender mais rápido se atente a essa dica.
6. Venda um sonho, não apenas um imóvel
Como disse na dica anterior, muitos clientes do mercado imobiliário estão comprando um sonho e não apenas uma casa. Alguns economizaram por anos, use isso a seu favor na hora da venda do imóvel!
Mostre os benefícios que o cliente poderá ter ao investir naquele imóvel, dê ideias de decoração, fale da vizinhança e o quão importante é morar naquela localidade.
Venda o sonho e a comodidade, não as características do imóvel!
7. Use a tecnologia a seu favor
Hoje em dia, não basta colocar as informações básicas sobre o imóvel para chamar a atenção dos clientes. Você pode melhorar o seu posicionamento oferecendo a eles, por exemplo, a experiência de visitar o apartamento ou a casa à venda fazendo um tour virtual pelo imóvel. Certamente, ele vai se destacar em meio a outras tantas ofertas semelhantes.
Ainda na área de tecnologia, vale a pena investir em sistemas de gestão que vão ajudar seus corretores a criarem um banco de dados mais completo, relacionando a carteira de clientes e o portfólio de imóveis de forma mais inteligente.
Utilizar a tecnologia a seu favor, pode te ajudar a entender melhor seus clientes, economizar tempo com processos que antes eram demorados e burocráticos e certamente utilizando as ferramentas corretas você consegue saber como vender mais imóveis.
Utilizar suas redes sociais também é uma boa dica para divulgar seus imóveis, claro, sempre inovando na forma de apresentá-los, ter boas fotos, vídeos do local, ter uma descrição do imóvel bem pensada e bem escrita faz toda diferença. Hoje, inclusive, o Facebook permite você incluir fotos em 360º de maneira muito simples, dessa forma você consegue criar anúncios e vender mais imóveis em menos tempo, pois consegue segmentar exatamente o seu cliente ideal.
8. Conhecimento geral é muito importante
Nunca se esqueça, o conhecimento transforma, um profissional que tem uma boa bagagem cultural e intelectual, pois diariamente você está em contato com pessoas com formações, interesses, vontades e assuntos diferentes.
Se atualizar é importante, mas filtre bem suas fontes de referência. Leia bons livros, assista filmes que requer uma reflexão maior, hoje o YouTube está recheado de profissionais falando sobre diversos temas como é o caso do Guilherme Machado.
9. Atualize sua equipe, se tiver, sobre como ser um bom corretor de imóveis
Não deixe sua equipe de corretores ficar para trás a respeito de todas as novidades e atualizações que podem ajudá-los a serem vendedores mais completos. A capacitação e a busca por conhecimentos devem ser contínuas e não dependem apenas de cursos. Ambas podem ser alcançadas por meio da participação em workshops em diversas áreas, leitura de blogs e sites do segmento, cursos online, entre outros.
Os colaboradores devem entender que, atualmente, é preciso ir além da demonstração simples das características de um imóvel, atuando como consultores do cliente na hora de fazer um investimento tão importante. Assim, devem estar no foco deles questões sobre a legislação, o desenvolvimento urbano da região onde atuam e as informações sobre o mercado e a economia macro, o marketing e a comunicação.
10. Conheça profundamente o portfólio de imóveis
Muitas vezes, os corretores acreditam que já têm todo o conhecimento necessário sobre os imóveis disponíveis pela empresa para que consigam convencer o cliente a fechar negócios. Estimule que seus profissionais conheçam profundamente o seu portfólio, indo a campo, para que possam oferecer aos interessados todas as possibilidades que vão atender aos seus desejos.
Essa atitude vai ampliar a capacidade de persuadir o cliente. Isso porque, a cada visita feita, o corretor poderá enxergar algumas situações que podem levar uma pessoa a tomar a sua decisão de comprar. Um exemplo disso é a possibilidade de mudança da planta, as características de incidência de iluminação natural, novas formas de uso dos cômodos, como a ampliação de áreas, integrando a cozinha à sala ou a sala à varanda etc.
Esse tipo de estudo pode fazer toda a diferença na apresentação do imóvel e na atuação como um consultor para o investimento. A regra é: nenhum imóvel é igual ao outro, portanto, é preciso enxergar com clareza todos os potenciais que eles podem apresentar aos futuros moradores.
11. Aposte na transparência para reforçar a credibilidade
Confiança é a palavra-chave para conquistar e fidelizar seus clientes. Por isso, sua empresa deve estimular a equipe de colaboradores a agir com transparência. É importante que haja uma relação de confiança entre os corretores e a pessoa que compra ou aluga um imóvel na sua imobiliária.
Para isso, até mesmo a linguagem corporal e o modo de se vestir dos seus colaboradores podem ter influência na credibilidade junto aos clientes. Outros fatores importantes são a integridade e a competência no uso das informações para levar às pessoas aquilo que elas estão procurando, mostrando a elas que a sua empresa atua para atender aos interesses do cliente, o que nos leva à última dica, a seguir.
12. Amplie seus investimentos em comunicação e marketing
Quanto maior a concorrência — e sabemos que esse mercado só cresce a cada ano —, maior a necessidade de se aproximar do seu consumidor em diversos canais. Essa regra vale tanto para a prospecção de clientes quanto para a captação de imóveis, aumentando as possibilidades de ampliar as suas vendas.
Escolha os portais mais acessados pelas pessoas para a busca de imóveis na internet e insira as suas melhores ofertas neles. Não se esqueça da qualidade, principalmente das informações sobre o bem e das imagens. Tudo isso ajuda a reforçar a sua presença online e a fazer com que a sua imobiliária apareça nos mecanismos de busca da internet.
O uso de redes sociais e do marketing de conteúdo também deve estar entre as suas principais estratégias de comunicação. Melhorar o desempenho da sua empresa nessas áreas fará com que ela se posicione como referência no mercado imobiliário diante do cliente, colocando-a à frente da concorrência.
13. Encante o seu cliente antes mesmo da primeira visita
Como já disse anteriormente, a jornada de compra do consumidor mudou, muitas vezes ele está fazendo as pesquisas sozinho e não precisa de um Corretor para isso.
Sendo uma realidade, onde entra o Corretor de imóveis? Entra justamente nessa parte das pesquisas, com inovação e criatividade, chamar a atenção do seu cliente se torna uma tarefa fácil.
Em a jornada de busca do seu cliente ofereça experiências diferentes da concorrência, que o deixem encantado e curioso para saber mais sobre o imóvel que está vendo.
No momento da pesquisa é que você precisa chamar a atenção e isso pode ser com você investindo em anúncios em redes sociais, trabalhando com WhatsApp, oferecendo simuladores de financiamento online e até mesmo disponibilizar um tour virtual 360º para ele acessar de qualquer lugar e conhecer todos os detalhes do seu imóvel antes mesmo de decidir entrar em contato com você.
14. Transfira o domínio do imóvel
Você já tinha ouvido falar nessa expressão? Transferir o domínio nada mais é do que uma maneira de fazer com que o cliente passe a se enxergar como dono do imóvel, antes mesmo de fechar negócio. Para isso, é preciso que os seus colaboradores saibam como fazer para encantar o seu público. Uma boa estratégia é levá-lo a ter uma experiência agradável com o imóvel.
Um bom exemplo desse tipo de estratégia são os test-drives oferecidos pelas concessionárias de veículos. Após dar uma volta com o carro e sentir-se como se fosse seu proprietário, aproveitando todos os benefícios oferecidos no automóvel (ar-condicionado, computador de bordo, conforto etc.), as chances de o cliente assinar o contrato de compra são muito maiores.
Mas como transferir esse tipo de experiência para o segmento imobiliário? Sabemos, claro, da importância da presença do corretor no momento de mostrar o imóvel para o cliente. No entanto, sair de cena por alguns momentos pode dar a ele uma sensação semelhante à do test-drive.
É nessa hora que ele vai conseguir ficar à vontade para enxergar-se morando no local, planejando a disposição dos móveis ou sonhando com as crianças brincando no quintal. Isso é ainda mais importante se ele estiver em família, pois todos poderão conversar mais livremente sobre essa experiência.
15. Seu imóvel não é caro, mostre os motivos
Se o seu imóvel está bem localizado você já tem muitas cartas na manga. Use e abuse dessas vantagens para mostrar valor na negociação e não o preço. Lembre-se que a compra de um imóvel é um sonho para muitos, então foque nisso.
Reúna todas as vantagens do imóvel como qualidade dos materiais, durabilidade e conservação das paredes, pisos, áreas externas, história do local etc.
Reúna também todas as informações possíveis da vizinhança e dos benefícios e facilidades do bairro como escolas, padarias, academias etc.
Lembra-se: mostre o valor de estar naquele local e não o preço que se paga para estar ali.
16. Tenha um processo de vendas de bem estruturado
Abordagem
Essa é a principal etapa, pois aqui ocorre o primeiro contato com seu cliente então não se esqueça de encantar o cliente o conduzi-lo à uma reunião com você para que possa entender melhor suas necessidades e fidelizá-lo desde esse momento.
Importante manter todos os contatos do cliente organizados onde você terá fácil acesso quando precisar dessas informações.
Entrevista
Após abordar seu cliente chegou a hora da entrevista, caso o cliente queira conversar com você pessoalmente é uma ótima oportunidade, mas isso não impede que você realize essa etapa por telefone mesmo.
Nessa etapa é importante você entender tudo sobre as necessidades do cliente, onde ele gostaria de morar, quais as necessidades de espaço, se tem filhos, se é casado ou casada, o que não abre mão em uma imóvel e demais informações que o ajude a selecionar o melhor imóvel.
Demonstração
Com todas as informações documentadas é hora de apresentar as opções para o seu cliente. Nessa etapa, agilidade faz toda a diferença, o mais comum é você selecionar o tipo de imóvel que mais se adequa com o perfil do seu cliente e agendar visitas presenciais aos imóveis, porém isso pode levar várias semanas e custar muito dinheiro para você pois vai depender da sua agenda e também do seu cliente.
Por isso algumas imobiliárias estão modernizando essa etapa e trabalhando com passeios virtuais em 360º, assim o cliente pode receber no mesmo dia diversos links com os imóveis selecionados e acessar de qualquer lugar, seu cliente ganha agilidade e comodidade, pois não precisará ficar se deslocando ou alocando compromissos para visitar as opções dos imóveis disponíveis.
Com os links o seu cliente pode selecionar apenas os imóveis do qual ele mais gostou apenas para conhecer os detalhes, isso irá economizar muito o seu tempo e também dinheiro, uma vez que o número de visitas presenciais será reduzido e mais assertivo.
Objeções
Um Corretor de imóveis capacitado sabe que as objeções existem e saber como contornar é um trunfo. Por isso se prepare para todas as objeções do seu cliente, faça um check list das objeções mais comuns que você, durante sua carreira, já deve ter ouvido e treine respostas consistente. Isso ajuda na sua reputação e seu cliente ficará mais seguro.
Fechamento da venda
Eis que chega o melhor momento, a venda! Nesse momento é importante o cliente já estar fidelizado e muito seguro em sua escolha. Nunca deixe de ressaltar os benefícios do imóvel e que ele será muito feliz nele, pois está fazendo uma ótima escolha.
Nessa fase é importante que você tenha toda a documentação do imóvel em dia, que todas as informações estejam corretas e tudo esteja preparado para a assinatura do contrato, ninguém gosta de surpresas no último minuto não é mesmo?
17. Valorize seu trabalho
Todo cliente além de ser bem atendido, gosta de conversar com profissionais que sabem o que estão vendendo, bem apresentados, bons de conversa e negociação.
Para você vender mais imóveis uma dica bem legal para finalizar é você valorizar o seu trabalho! Você sabe o seu potencial? Mostre para seu cliente.
Se não puder dar desconto, mostre os motivos pelo qual não consegue, valorize o seu tempo, seu dinheiro, invista em acessórios e em formações complementares que deixarão seu cliente mais seguro e você com uma reputação de qualidade.
Uma das habilidades técnicas que podem te diferenciar e valorizar o seu trabalho como um todo é a sua capacidade de comunicação.
Habilidade técnica e interpessoal juntas com o domínio verbal, tom de voz e linguagem corporal, causam uma excelente impressão sua e também do seu trabalho.
Segundo a Universidade da Califórnia (UCLA) a importância de cada uma dessas habilidades se dividem em:
7% Habilidade verbal
38% Tom de voz
55% Linguagem corporal
Seguir essas dicas, ajudará você a entender melhor como ser um bom corretor de imóveis. Hoje em dia, a atividade vai muito além da demonstração dos produtos. É preciso ser um verdadeiro consultor do mercado para convencer os clientes de que a sua imobiliária tem a oferecer exatamente o que eles procuram. A aposta na tecnologia e no marketing tem sido fundamental para ajudar na melhor atuação dos profissionais dessa área.
━━━━━━━ ⟡ ━━━━━━━
Ficou interessado em investir em imóveis?

Então entre em contato com a Morientes e conte com a ajuda especializada de quem realmente entende do setor!

Links Úteis:

Site: https://www.morientes.com.b

Blogger: https://morientesbr.blogspot.com

Reddit: https://www.reddit.com/usemorientesbr

Facebook: https://www.facebook.com/nineofficeboutique/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC_g8uXC3G894JQVoczh1rJg

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/guilherme-morientes-031697131

Salas Comerciais: http://nineofficeboutique.com.b

Loteamentos: http://alphavillejundiai.com.b

Loteamentos: http://alphavillesorocaba.com.b

Lançamentos: https://www.morientes.com.bempreendimento/nine-office-boutique-conjuntos-salas-e-lajes-centro-jundiai/9477534-MORS

submitted by morientesbr to u/morientesbr [link] [comments]


2019.08.07 15:50 lanaSouza “Bullying “nas relações conjugais - palavras que machucam!

Artigo publicado há 5 ANOS no JusBrasil , pela própria autora deste Blog, mas com antigo perfil do Jus (sucesso por lá, editado aqui pelas alterações da Maria da Penha em 2019)
Há alguns anos, poucos após a entrada em vigor da Lei Maria da Penha(11.340/2006), uma senhora me procurou, em meu antigo escritório em Cuiabá, para contar o que se passava consigo, na verdade, com o seu relacionamento conjugal.Dizia ela estar casada havia 3 anos e meio e há muito já não sabia o que era ouvir uma palavra carinhosa do marido, ao contrário disso, só ouvia frases depreciativas à respeito de sua aparência, suas vestes, sua inteligência, sua formação profissional, etc.
*Este texto está disponível também AQUI
Aliás, ela não sabia dizer se algum dia teria ouvido um elogio do marido sobre algo relacionado a ela, mesmo antes de casarem.
A senhora em questão havia me procurado para saber se tinha algo que ela pudesse fazer acerca do assunto, uma vez que também considerava aquilo como um tipo de violência doméstica. Ela estava certa. A violência porquê passava no dia a dia, dentro do lar, é considerada pela Lei 11.340/2006 como sendo Violência Psicológica, e vem prescrita nos artigos 5º “caput” e 7º, inciso II da referida Lei.
Art. 5o Para os efeitos desta Lei, configura violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial: (Vide Lei complementar nº 150 de 2015);
Art. 7o São formas de violência doméstica e familiar contra a mulher, entre outras:
(…)
II - a violência psicológica, entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da auto-estima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação.
Hoje (2019), entretanto, a antiga Lei já conta com as mudanças acrescentadas pela Lei 13.827/2019, com as seguintes alterações:
Art. 2º O Capítulo III do Título III da Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha), passa a vigorar acrescido do seguinte art. 12-C:
“Art. 12-C. Verificada a existência de risco atual ou iminente à vida ou à integridade física da mulher em situação de violência doméstica e familiar, ou de seus dependentes, o agressor será imediatamente afastado do lar, domicílio ou local de convivência com a ofendida:I - pela autoridade judicial;II - pelo delegado de polícia, quando o Município não for sede de comarca; ouIII - pelo policial, quando o Município não for sede de comarca e não houver delegado disponível no momento da denúncia.
§ 1º Nas hipóteses dos incisos II e III do caput deste artigo, o juiz será comunicado no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas e decidirá, em igual prazo, sobre a manutenção ou a revogação da medida aplicada, devendo dar ciência ao Ministério Público concomitantemente.
§ 2º Nos casos de risco à integridade física da ofendida ou à efetividade da medida protetiva de urgência, não será concedida liberdade provisória ao preso.”
Art. 3º A Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha), passa a vigorar acrescida do seguinte art. 38-A:
“Art. 38-A. O juiz competente providenciará o registro da medida protetiva de urgência.
Parágrafo único. As medidas protetivas de urgência serão registradas em banco de dados mantido e regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça, garantido o acesso do Ministério Público, da Defensoria Pública e dos órgãos de segurança pública e de assistência social, com vistas à fiscalização e à efetividade das medidas protetivas.”
Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Brasília, 13 de maio de 2019; 198o da Independência e 131o da República. JAIR MESSIAS BOLSONARODamares Regina Alves
A violência em questão é quase tão grave quanto a física, podendo ser inclusive pior, vai depender do “estado emocional” de cada mulher e da constância da agressão!A pessoa da história acima passou a sofrer depressão com o decorrer do tempo. Frequentava o psiquiatra e tomava remédios controlados; não conseguia mais trabalhar e fazer as atividades da casa como antes pois vivia mais acamada do que disposta.
Engordou, deixou de fazer coisas que antes gostava, coisas normais e consideradas necessárias para uma mulher como: pintar as unhas, depilar-se, fazer exercícios, ir ao cinema, falar e encontrar com amigas e parentes; isolou-se em seu mundo – passou a ser tão“agressiva” com os demais que acredita ter se igualado ao agressor (marido); a vida dentro de casa transformou-se em “elogios” mútuos.
De pessoa “doce”, carinhosa, gentil e amável, em especial com os romances que já havia tido anteriormente, passou a ser amarga e tratar esse companheiro da mesma forma que ele a tratava pois, segundo ela, “é dando que se recebe”; “quem oferece flores receberá flores, mas quem só dá espinhos é isso que conseguirá” (palavras dela). No entanto, quanto mais agressiva (com palavras) se tornava, mas culpada e infeliz, vivia!O que fiz por essa senhora?
A Lei ainda era considerada “experimental”, estava em vigor há pouco mais de um ano, todavia era novidade, inclusive em se tratando de violência psicológica – no que tive de estudar o assunto para dar uma melhor resposta. Acredito que ela somente aguardou a resposta porque eu era indicação de uma amiga sua.
Diz ela que contar o caso que se passava em sua vida já era difícil e vergonhoso por demais para me contar, sair relatando a dois ou três Advogados era impossível.Assim fui “estudar” a lei mais a fundo para saber se o caso dela haveria solução.Percebi que, pelo fato de NÃO estar disposta à separação, nem tinha vontade de vê-lo preso, pois era ele quem mantinha a casa com o “bom salário” que recebia; (estava desempregada) e, na época sem condições psicológicas para tal; não haveria muito o que fazer a não ser indicar acompanhamento psicológico para ele também – até porque, como já dito, a lei era muito nova e não havia precedentes ou algo que se pudesse valer como “exemplo” para resolver a situação.Acredito que minha explicação não lhe tenha caído muito bem, pois ela insistia que àquilo era crime, já que havia lido a lei antes de ir me consultar. Um tipo difícil de cliente, pois acha que sabe tudo; não aceita conclusões e explicações que não seja do agrado. Mas qual seria a resposta que ela gostaria de ouvir se não queria se separar do marido nem vê-lo preso?- Já não sei, nunca entendi!Só sei que se a vida dela não estava fácil, a minha também não ficou nada agradável depois dessa consulta. Essa senhora estava muito impaciente, amarga e intolerante. Chorava com facilidade e perdia a paciência por qualquer coisa.
Realmente estava doente devido ao relacionamento perturbado que tinha com o marido, segundo ela, já tinha até pensamentos suicidas. Confesso que fiquei atormentada por não “conseguir” fazer nada.O esposo dessa cliente transformou a vida dela num inferno ao se aproveitar de sua fragilidade e dependência econômica!Chamá-la de preguiçosa, burra, gorda e inútil era comum, isso fez com que a auto estima dela se perdesse por completo. Era por isso que não desejava a separação, acreditava que não encontraria mais ninguém e muito menos um emprego para seguir vivendo – ele fazia questão de dizer, também, que ninguém a iria querer.
A atitude dele parecia a de um sádico; só se sentia feliz quando a fazia chorar – muitas vezes chegou a pensar que ele poderia ser um psicopata, já que não sentia nada por ela, nem por ninguém; totalmente desalmado e descompassivo – o pior de tudo é que ele deixava claro que gostava de ser assim!O relato que acabo de transcrever é bastante comum. Acredito que hoje a facilidade em lidar com tais situações é bem maior que há 13 (doze) anos, quando essa senhora me procurou.
Hoje existem delegacias especializadas em defesa da mulher em qualquer cidade, há ajuda psicológica oferecida pelo próprio Estado e apoio incondicional à mulher vítima de qualquer violência que venha descrita no artigo 7º da Lei Maria da Penha, e as alterações inseridas pela nova Lei (a de 2019 - citada acima).Um dos motivos que me fez recordar dessa infeliz Senhora foi a leitura de um artigo publicado na revista Marie Clarie de outubro de 2014, que entrevistou a Psicóloga Adelma Pimentel sobre o lançamento do livro em que é autora, denominado“Violência Psicológica nas relações conjugais” (da Summus Editorial).A obra fala do efeito devastador que uma violência desse gênero poderá acarretar nas relações conjugais.Preferi, no entanto, nomear este artigo como “Bullying” nas relações conjugais, pois a violência psicológica é partida, quase sempre, de um membro que se acha superior direcionada a outro que se encontra, segundo quem pratica, em relação de inferioridade.

Veja o que diz o artigo da Marie Claire:

Protegida pelo silêncio, incorporada aos costumes, herança da cultura patriarcal, ela se instala nos lares desde muito cedo, levando os casais a estabelecer relações pobres e, muitas vezes, doentias.
Estudiosa do assunto e militante da causa da prevenção e da erradicação da violência, Adelma apresenta um retrato dos embates psicológicos que acometem parceiros das mais diversas origens e classes sociais. No livro, ela faz uma análise profunda sobre o tema, propõe a nutrição psicológica de cada membro do casal para que diminuam os conflitos e oferece elementos indicativos para romper o ciclo de violência e restabelecer os vínculos afetivos do casal.Apesar da grande incidência nas relações conjugais, a agressão geralmente não é reconhecida pelos cônjuges, sobretudo pela mulher. Entre suas manifestações estão o deboche, a humilhação e o isolamento.
Na avaliação da psicóloga, famílias são organizações complexas, dialéticas e ambíguas. Campo de diversos choques, ódios e de trânsito voraz de rápidas, variadas e múltiplas emoções que podem coexistir no mesmo dia, conforme os atores e seus atos. “Dentro delas, os embates atravessados pela violência psicológica podem contribuir para forjar casamentos precipitados, uniões estáveis e até mesmo namoros que perpetuam o círculo vicioso de aprisionamento dos sujeitos”, complementa.
Num mundo totalmente reconfigurado, em que os papéis de gênero sofrem mudanças a cada dia, o livro é um referencial para discutir antigos modelos familiares e novos caminhos de expressão, baseados no autoconceito, na autoestima e na autoimagem nutridos psicologicamente desde a infância. “O objetivo é cooperar com os esforços coletivos para atualizar e renovar nossa humanidade, tão fragilizada pela supressão de valores éticos”, afirma a autora. Para ela, o diálogo é o nutriente imprescindível de uma relação afetiva amorosa. Ele é mediador do fortalecimento dos vínculos e do não enraizamento das violências privadas, sobretudo a psicológica.
Fonte: gruposummus. Com por Marie Claire
Autoria /Comentários: Elane F. De Souza OAB-CE 27.340-B
Foto/Créditos: pixabay grátis *Às vezes, como no caso apresentado, a única solução viável é o Divórcio; aproveito para indicar um sistema online, EFICAZ e mais barato do Brasil para se divorciar (funciona para ambos os sexos e quaisquer outra forma de relacionamento conjugal homossexual).
submitted by lanaSouza to DivulgueDireito [link] [comments]


2018.09.10 17:19 Mountaineer_br AURUTILS, Mais Um Ajudante do Aur

================ AURUTILS : AJUDANTE DO AUR ================
[Atualizado pela última vez em 18/09/18]
[!! Atualizado - Havia incompatiblidade entre os arquivos gerados pelo Repo-add e Repo-remove e depois quando se utilizava o Repose para manutençãp da base de dados; agora somente se usa o Repose]
Tutorial em Texto (Atualizado): https://docs.google.com/document/d/1syTqbeh9YOM-M8JYS_tjaleLkfESV74Q7pGEUQCZzO8/edit?usp=sharing
Tutorial em Vídeo: https://youtu.be/dAGWKwHJ4no https://youtu.be/NljLFBGERgI
== INTRODUÇÃO E BASE TEÓRICA ==
Os auxiliares ou ajudantes do Arch User Repository (AUR) automatizam certas tarefas para usar o AUR. A maioria dos auxiliares automatiza o processo de obtenção de um pacote PKGBUILD do AUR e a compilação do pacote.
*Atenção: Auxiliares do AUR não possuem suporte pelo Arch Linux. Você deve se familiarizar com o processo manual de compilação para estar preparado para diagnosticar e resolver problemas.
O Yaourt é um tipo de ajudante do AUR, porém tem-se visto ultimamente o seu desenvolvedor atualizando infrequentemente o pacote; na realidade, o Yaourt ainda funciona muito bem, porém é um bom hábito mudarmos para um auxiliar de AUR que possua um desenvolvedor animado e dócil, tanto para corrigir eventuais bugs devido a atualizações do Arch, assim como implementar funções que fazem sentido para sua comunidade.
Há um outro auxiliar de AUR muito bom escrito em Phyton e que ganhou fama rapidamente este ano, chamado de Aurman. Recentemente, o seu desenvolvedor parou com os canais de suporte direto aos usuários. Ficou irritado com tantos pedidos de funcionalidades e relatórios de erros do Aurman, e também com a ignorância dos usuários que reclamavam para ele de problemas que, na realidade, não tinham a ver com o Aurman, mas sim, por exemplo, com assinaturas GPG que não tinham sido importadas pelo próprio usuário, ou ainda PKGBUILDS que precisavam ser configurados antes da compilação.... Assim, tanto por conta dos usuários tanto por conta das pobres habilidades comunicativas do desenvolvedor, formou-se uma comunidade tóxica ao redor do Aurman.
Alternativas a esses dois grandes ajudantes de AUR são muito numerosos no mundo do Arch; o Yay tem uma boa piada de desenvolvedor na seção de "objetivos" na descrição do GitHub:
"Há um momento na vida de todos que se sente uma necessidade de escrever um ajudante de AUR porque há apenas cerca de 20 deles. Então diga oi para 20 + 1."
O Yay, programado em Go, depende de um monte de livrarias do Go. Se isso não for um problema para seu sistema, ele é super recomendável.
Ainda, em uma outra categoria de ajudantes de AUR (até agora não citamos nenhum ajudante de AUR que use "interface gráfica"), enquandram-se o Aurutils e o Bauerbill, que são coleções de scripts ao invés de algoritmos monolíticos como o Yaourt e Aurman.
Nesse tutorial, vamos instalar, adicionar um servidor do Pacman personalizado para o AUR, aprender a procurar pacotes do AUR, a instalá-los e a removê-los com o poderoso Aurutils e ferramentas do Pacman.
O desenvolvedor do Aurutils, Alad Wenter, propõe um ajudante com uma implementação com atributos de uma linguagem minimal, ou seja, uma linguagem de scripts como dash, e a preferência pela simplicidade ao invés da hiper-funcionalidade. A necessidade específica de ação de um programa segue a filosofia dos programas do UNIX.
Doug McIlroy, o inventor do sistema e um dos fundadores da tradição UNIX, resumiu (1994) a filosofia do mesmo muito tempo depois de sua criação da seguinte forma :
"Escreva programas que façam uma coisa e façam-na bem. Escreva programas para trabalhar juntos. Escreva programas para manipular fluxos de texto, porque essa é uma interface universal."
O Aurutils é na realidade um grupo de scripts que operam funções bem definidas. Vamos nos preocupar aqui somente com três dessas funções: Aursearch (busca por pacotes disponíveis nas bases de dados), Aursync (que irá usar vários scripts conjuntamente para fazer download do código-fonte e compilar um binário) e o Aurcheck (para checar por atualizações dos pacotes do AUR).
== INSTALAÇÃO & CONFIGURAÇÃO ==
O Aurutils não está disponível em nenhum repositório oficial do Pacman. O seu código-fonte encontra-se no AUR.
Se você já tiver um ajudante de AUR no computador como o Yaourt, utilize-o para compilar e instalar o Aurutils do AUR ( depois que estiver acostumado com o Aurutils, poderá remover o Yaourt -- é essa a motivação desse tutorial! )
Mas vamos supor que acabamos de instalar o Arch Linux e ainda não temos nenhum ajudante do AUR disponível no sistema. Nesse caso, vamos precisar usar as ferramentas do "Git" e o script do Pacman chamado de "Makepkg". Se não tiver o git, instale-o juntamente com suas dependências:
$ sudo pacman -S git
Abra um terminal e crie uma pasta "ajudanteaur", por exemplo, dentro da pasta do seu usuário:
$ mkdir ajudanteaur
Depois precisaremos entrar na pasta cridada:
$ cd ajudanteaur
Vamos clonar o código-fonte do Aurman pelo Git:
$ git clone https://aur.archlinux.org/aurutils.git
E dê um cd para a pasta aurutils que foi criada com o comando do git:
$ cd aurutils
Em seguida, vamos usar o script do Pacman para construir o binário e instalá-lo no sistema, mas antes precisamos adicionar a assinatura GPG do desenvolvedor do Aurutils no nosso molho de chaves no Arch , do contrário o binário não poderá ser compilado (vai dar erro):
$ gpg --recv-keys 6BC26A17B9B7018A
$ makepkg -si
Siga as instruções no visor para compilação/instalação do binário no sistema. Observe que deverá ser feita a instalação das dependências do Aurutils, também. Essas dependências incluem pacotes dos repositórios oficiais como: base-devel devtools vifm aria2 parallel expac repose . Para ter certeza que foram instalados:
$ sudo pacman -S base-devel devtools repose vifm vim aria2 parallel expac
Os pacotes mais importantes são "base-devel" e "devtools" (OBRIGATÓRIOS) que têm ferramentas para compilação de pacotes, "Repose" (OPCIONAL) que é um gerenciador de base de dados que vamos precisar no final, "vifm" e "vim" (OPCIONAL) para modificar arquivos de PKGBUILD e PATCH na linha de comando; "aria2" e "parallel" (OPCIONAIS) para downloads simultâneos; e o "expac" (OPCIONAL) que é um scrpit usado pelo Aursift, que tem funções avançadas de compilação para desenvolvedores de aplicativos...
== CRIANDO UM REPOSITÓRIO PERSONALIZADO DO AUR ==
Será necessária a criação de um repositório personalizado localmente e configurá-lo para ser utilizado pelo pacman. De acordo com o manual do aurutils, vamos primeiro configurar o repositório pessoal chamado "custom" e em um segundo momento vamos de fato criar o banco de dados "custom". Acredito que aqui a ordem dos fatores não altere o produto mas estou seguindo o tutorial do desenvolvedor.
Assim, comece criando um arquivo de configuração separado para o repositório personalisado "custom";
Como root, crie um arquivo de texto dentro da pasta "/etc/pacman.d/" com o nome "custom" e insira no arquivo de texto o seguinte:
[options] CacheDir = /vacache/pacman/pkg CacheDir = /vacache/pacman/custom CleanMethod = KeepCurrent
[custom] SigLevel = Optional TrustAll Server = file:///vacache/pacman/custom
Ainda como root, navegue até o arquivo "/etc/pacman.conf" e adicione a seguinte linha no final do arquivo, onde for possível:
Include = /etc/pacman.d/custom
Em uma janela de terminal, criaremos o diretório do respositório "custom" e depois povoar o respositório;
$ sudo install -d /vacache/pacman/custom -o $USER
Em seguida, caminhe até o diretório:
$ cd /vacache/pacman/custom
E depois vamos criar uma base de dados nova com o prohgrama Repose:
$ repose -vf custom.db
Explico, -v para verbose e -f para também criar um arquivo “custom.files” (uso do Pacman)
Por fim, sincronize as bases de dados com o Pacman:
$ sudo pacman -Syu
*Nota do desenvolvedor do Aurutils (página do manual): É recomendado usar-se o diretório de cache do pacman (CacheDir) como o provedor dos pacotes; isso evita que haja qualquer incompatibilidade entre os pacotes compilados e qualquer versão em cache. Por essa razão vamos seguir o tutorial original do desenvolvedor, mas se você quiser fazer pastas de cache para o Aurutils em outra localização diferente da que mostramos aqui, você deverá se atentar para modificar as configurações do Pacman lerem os diretórios adequados).
Configuração concluída!
== USO DOS SCRIPTS DO AURUTILS : AURSEARCH, AURSYNC E AURCHECK ==
Para procurar um pacote, usar o script "Aursearch"
$ aursearch [nome_pacote]
Para baixar o código-fonte de um aplicativo e compilá-lo como a maioria dos outros ajudantes de AUR, usa-se o script "aursync" (que roda os scripts do "aurfetch", "aurchain" e "aurbuild" em conjunto):
$ aursync [nome_pacote]
Se houver o programa "vifm", o aursync vai mostrar os arquivos de configuração para compilação do código-fonte, como PKGBUILD e PATCHES, e uma maneira de editá-los na interface de linha, do contrário o Aursync só vai mostrar uma lista com o nome dos arquivos que foram baixados; você poderá abrir e modificar esses arquivos, via interface gráfica, antes de dar prosseguimento à instalação;
*Atenção. Para SALVAR e SAIR do VIM e VIFM, aperte “Esc” e depois “:x”; Para SAIR do VIM e VIFM, aperte “Esc” e depois “:q”;
*Atenção. Se houver errors relacionados à falta da chave dos desenvolvedores no seu molho de chaves, adicione as chaves com o comando “gpg --recev-keys [CHAVE]”
Depois da compilação sem erros (que podem ser resultado de más configurações do PKGBUILD), será feita uma cópia do binário produzido no repositório "custom" que criamos, e automaticamente o Aursync irá atualizar o arquivo da base de dados e disponibilizará o registro do binário no repositório.
Porém, o binário que tem uma cópia no repositório ainda precisa ser instalado via Pacman no sistema operacional ( em /usbin ); esse é um passo normal que os ajudantes de AUR como Yaourt também fazem, porém faremos manualmente (se não me engano, no Aurutils não tem um gancho no script que faz essa parte ou eu ainda não descobri...).
Então, vamos sincronizar os repositórios, incluaindo o repo pessoal "custom", para o pacman saber quais binários estão disponíveis:
$ sudo pacman -Sy
Finalmente, podemos instalar o binário gerado pelo Aurutils no sistema. Note que o binário agora está disponível no repositório "custom" e reconhecido pelo Pacman para instalação no sistma (ou seja, instalação do binário na pasta /usbin ) :
$ sudo pacman -S [nome_pacote]
Note que o Pacman vai buscar o pacote do repositório "custom" que criamos anteriormente.
Para checar se há updates do AUR, rodar:
$ aurcheck -d custom
A flag "-d" diz para o aurcheck checar por atualizações no repositório "custom".
== MANUTENÇÃO DOS PACOTES DE CACHE DO AURUTILS & PACMAN ==
Depois de instalar e desinstalar vários pacotes pelo Aurutils, os códigos-fontes irão ficar guardados em "/home/$USE.cache/aursync", e uma outra cópia do binário compilado disponível no repositório "custom" em "/vacache/pacman/custom". Essa parte de limpeza geralmente é manual e deve ser feita periodicamente para economizar espaço em disco e consolidar a base de dados do Pacman e Aurutils.
Poderá limpar o cache de códigos-fonte em "/home/$USE.cache/aursync" sem problemas, porém os binários gerados da compilação desses cógigos-fintes ainda irão estar disponíveis no repositório "custom" do Pacman.
Para remover binários de versões anteriormente instalados que ainda estão disponíveis no repositório "custom", pode-se usar tanto o comando do Pacman ou o script de limpeza do Pacman, que são mais ou menos equivalentes. Prefere-se o método de script do Pacman, "Paccache". (Acredito que você poderá, mais seletivamente que o Paccache, deletar os pacotes com binários do repositório custom manualmente, e depois prosseguir para a reconstrução da base de dados do respositório).
O Paccache é um script poderoso e flexível para limpeza de cache do Pacman. Ele está junto com o pacote “pacman-contrib” de ferramentas mantido pela comunidade; se não tiver esse pacote ainda, instále-o com:
$ sudo pacman -S pacman-contrib
Para remover a disponibilidade dos binários de versões anteriores somente no repositórios personalizado “custom”, menos as três últimas versões de cada pacote (padrão), rodar:
$ paccache -rk 3 -c /vacache/pacman/custom
Onde “-r” é o comando de remover versões antigas; “-k” (keep) de manter o número n de versões do pacote instalado mais recentes; e “-c” designa o caminho do diretório de cache do repositório que queremos que o Paccache faça a limpeza;
Para remover todas as versões mais antigas, menos a versão atual dos binários, no repositório "custom":
$ paccache -rk 1 -c /vacache/pacman/custom
Para remover todo o cache de todas as versões de pacotes contidos no repositório "custom":
$ paccache -rk 0 -c /vacache/pacman/custom [*AVISO: Ação não recomendada pois o Aurcheck possivelmente não conseguirá procurar por atualizações de pacotes que foram removidos do cache; porém desde que o arquivo de base de dados “custom.db” não for atualizado com Repose, o Aurcheck ainda conseguirá checar por updates!]
*Atenção. Se o caminho do cache “-c /vacache/pacman/custom” não for especificado, o Paccache irá fazer a limpeza nos repositórios oficiais do Pacman e em quelquer outro repositório pessoal que tenha sido criado dentro de /vacache/pacman/ . Nesse caso, pode-se utilizar o comando do próprio pacman que é equivalente ao do Pacache para deixar as três últimas versões de pacotes nos repositórios com:
$ sudo pacman -Sc
Ou o comando abaixo para retirar todo o cache de binários disponíveis localmente de todos os repositórios (Cuidado!):

$ sudo pacman -Scc [AVISO:Comando *não recomendado também!]

Para que serve uma cópia do pacote de binário no repositório "custom"? Isso permite que o Pacman possa desinstalar um programa e reinstalá-lo no sistema mesmo sem acesso à internet; e se alguma atualização afetar negativamente um aplicativo, poderá utilizar o cache de um binário mais antigo do mesmo pacote (downgrade) que não apresente problemas.
Se você precisar fazer downgrade de um aplicativo, ou se quiser reinstalar um aplicativo que desinstalou, deverá fazer novo download do binário pelo Pacman ou recompilar pelo Aurutils pelas formas convencionais, e isso é sempre um risco já que você não sabe se uma nova versão do aplicativo irá realmente funcionar no seu sistema ao invés de usar um binário que já estava disponível no repositório pessoal! Além disso, com os pacotes com os binários já compilados no seu repositório personalizado local, poderá fazer uma cópia desse repositório no pen-drive e levar para um novo computadosistema e reinstalar todas as últimas versões dos aplicativos sem precisar compilar eles de novo do código-fonte.
Sempre que se desinstalar um pacote do sistema e quiser retirar o binário do repositório local “custom” ou limpar as suas versões antigas, é necessário atualizar a base de dados do repositório pessoal "custom" que é utilizado pelo Pacman manualmente, com a ajuda de um gerenciador de base de dados chamado "Repose" (instalado no primeiro passo deste tutorial); Navega-se até a pasta /vacache/pacman/custom e deleta-se os pacotes que não tem mais interesse e depois atualiza-se o arquivo da base dados da seguinte forma:
$ cd /vacache/pacman/custom
$ repose custom.db -v
O Repose irá atualizar o arquivo “custom.db” e -v para verbose que irá mostrar as operações que efetuou.
Para uma lista (-l) com os binários disponíveis no “custom.db”, rode dentro da pasta de cache:
$ respose -l custom.db
Nessa operação, o Repose irá verificar quais pacotes estão disponíveis de fato no cache do repositório e atualizar a base de dados. Então, é necessário usar o “cd” e caminhar até a pasta de cache do repositório “custom”, primeiro, assim o Repose poderá operar com os arquivos da pasta sem precisarmos especificar caminhos para ele.
*Em caso de manutenção e limpeza de pacotes, também não se esqueça de excluir os códigos-fonte na pasta “/home/[usuário]/.cache/aursync”
Agora, sincronize todas as bases de dados para o catálogo de programas ficarem disponíveis para o Pacman com:
$ sudo pacman -Sy
*Exclarecimento: os procedimentos manuais que qualquer ajudante ou wrapper do AUR substituem são os seguintes:
Download do código-fonte -> Compilação do binário e empactamento -> Cópia do pacote para um repositório local -> Atualização do banco de dados do repositório local -> Uso do Pacman para instalação do binário no sistema
== Exemplos de uso do Repose ==
IMPORTANTE: Caminhe até a pasta que se quer criar uma base de dados para sempre rodar os comandos da pasta em que irá de fato trabalhar:
$ cd /vacache/pacman/custom
Cria um arquivo de base de dados limpo, ou se já houver pacotes na pasta, atualiza a base de dados com os novos pacotes. Aqui, o arquivo da base de dados terá o mesmo nome que o repositório local e se chamará "custom.db":
$ repose -vf custom.db
A opção "-v" da verbose sempre pode ser utilizada para podermos ver o que o programa está fazendo, do contrário, o Repose só irá mostrar mensagens se houver algum erro ou aviso; e estamos usando de forma explícita a opção "-f" é para criar um arquivo adicional de banco de dados "custom.file" que é usado pelo Pacman (padrão).
Quando o Aurutils já tiver compilado um binário, criado o pacote para a instalação (xyz.pkg.tar.gz) e copiado ele para a pasta do repositório custom local, você poderá atualizar o arquido de banco de dados com o seguinte comando:
$ repose custom.db -v
Neste caso, como o Repose vai encontrar o arquivo "custom.db", irá simplesmente atualizá-lo e a opção "-v" vai mostrar quais pacotes ele está inserindo na base de dados (adding) e quantos retirando (dropping).
Assim, sempre que Deletar um pacote do cache do repositório local, atualize o arquivo de bacno de dados.
Após essas operações, não se esqueça de Sincronizar os repositórios do Pacman com:
$ sudo pacman -Sy
*Lembre-se que o Aursync já atualiza o arquivo do banco de dados automaticamente toda vez que compila um pacote novo.
== REFERÊNCIAS ==
1) https://wiki.archlinux.org/index.php/AUR_helpers_(Português)
2) https://wiki.archlinux.org/index.php/Talk:AUR_helpers
3) https://www.reddit.com/archlinux/comments/9aotjaurman_no_longer_being_maintained_publicly/
4) https://www.ostechnix.com/recommended-way-clean-package-cache-arch-linux/
5) https://www.reddit.com/archlinux/comments/7kxa9o/aurutils_reporemove_in_a_pacman_hook_and_list/
6) https://homepage.cs.uri.edu/~thenry/resources/unix_art/ch01s06.html
7) $ man pacman.conf Vide "REPOSITORY SECTIONS"
8) $ man aurutils
9) $ man aursync
10) $ man paccache
11) $ man repose

submitted by Mountaineer_br to linuxbrasil [link] [comments]


2017.08.16 19:34 1127243 [Me ajuda, /r/brasil] Dúvida rápida sobre RG e outros documentos.

Boa tarde pessoas, pergunto aqui porque não achei a resposta em nenhum lugar.
Então, fiz um RG novo pois meu antigo estava já bem ultrapassado(fiz quando tinha uns 10 anos) e quando ainda morava em outro estado. Agora tenho um RG novo, obtido no estado que moro atualmente, porém, todos os meus outros documentos como Titulo de eleitor e Carteira de Reservista foram feitos no RG antigo de outro estado.
A dúvida é, preciso atualizar o Título de eleitor e Carteira de Reservista com o novo RG? Preciso atualizar os dados de outros lugares como banco, etc?
Valeu gente!
submitted by 1127243 to brasil [link] [comments]


2016.12.06 21:44 lakeyosemit2 Os comentários (e comentaristas) mais cima e baixovotados do /r/brasil

Edit: Dentre os últimos 57 mil. Farei dentre todos comentários de todos os tempos, mas vai demorar um pouco pra processar os dados.
Recentemente achei esse site com um arquivo de ~7 bilhões de comentários do reddit (37GB descompactados). Como os do /brasil podem ser de interesse geral por aqui e nem todo mundo tem o espaço em disco necessário, disponibilizo aqui (3.7 MB) os comentários do /brasil filtrados e já em formato CSV para quem quiser brincar (dá pra fazer word clouds, etc). Pretendo fazer o mesmo com as submissões hoje à noite, se alguém quiser o CSV final envie-me uma PM que forneço-o amanhã. Em tempo, aproveito para compartilhar convosco os melhores e piores comentários do /brasil, bem como os comentaristas com maior e menor karma acumulado nos últimos 57 mil comentários feitos ao sub (paging kupfernikel para atualizar a Estatueta Amácio Mazzaropi de Nióbio).
Os 20 comentários mais odiados:
Votos Autor Comentário
-64 Dinosaur_Supervisor Vamos combinar: videogame não é esporte.
-43 hivemind_disruptor Cientista politico aqui. Essa PEC não controla gastos. Ela força todos os presidentes nos próximos 20 anos a não investir em áreas especificas e poder investir no que Temer acha bom. Essa PEC é ruinzinha pacas no texto dela. Sem contar que esse tipo de limitação de gastos não é utilizada em nenhum país do mundo.
-41 [deleted] [removed]
-41 desinteria chora moro... tá começando a dar de cara com as merdas que fez... já não bastava o STF que não aguenta mais...
-40 scafutto20 Vindo de uma fonte tão imparcial cof cof como a globo, só me resta acreditar né kkkkkk #sqn
-39 [deleted] [removed]
-37 squidstuckthemorning Parece justo. Cada um que responda pelo que fez. Como já disse outras vezes, não quero que o Temer seja cassado. Deixa o infeliz lá até 2018 para o país voltar a normalidade logo. Edit: Isso, caprichem nos downvotes. Disse isso antes e sigo firme na minha opinião. Abraço
-35 [deleted] [deleted]
-33 [deleted] [deleted]
-32 juniordoce Enquanto o governo corta na saúde e na educação, nosso dinheiro banca o exército brasileiro fazendo trabalho de polícia no Haiti e no Congo. Parabéns para todos os envolvidos, principalmente para o Lula pela sua arrogância e megalomania.
-31 Nelson_Rubens Para os curiosos: http://www.laranjasnews.com/politica/saiba-qual-crime-marcelo-crivella-cometeu-foto-veja
-30 [deleted] [deleted]
-30 kCab00se A pergunta correta seria: e se na ditadura militar tivessem colocado na constituição como cláusula petrea a proibição de comunismo no Brasil. Aí eu respondo, não chegaríamos ao nível de corrupção e violência que temos atualmente e como bônus o PT nunca teria existido.
-30 subtosilencio que diferença faz a cor da miss? que materia racista!
-29 AqueleCaraChato Eu também gostei. Bring the downvotes, bois.
-29 gustavopmrq kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só que não
-29 salamito claaaaaro claaaaro dai quando ele sair e o pais estiver PIOR, vai ser dito que foi porque 'não deu tempo' e que o 'estrago era muito grande' cara, é seeeempre a mesma história, e pra variar QUEM que está se fodendo hoje? o pobre
-28 parallel_life O PSOL sempre tendendo a direita como sempre. Se bobear ele vai perder a eleição e procurar uma vaguinha no governo do Crivella.
-27 Aymoreh Alguém poderia oferecer VERGONHA NA CARA pra esse pulha! Esse vagabundo não vale sequer os dejetos que produz!
-27 fallowtheright Até esse foi enganado pelos programas sociais ilusionistas brasileiro
Oa 20 comentários mais adorados:
Votos Autor Comentário
237 nerak33 A Mônica e o Cebolinha vivem o bullying como devia ser se o mundo fosse cor de rosa. Eles vivem o sofrimento humano só com as lágrimas, mas sem o rancor e a amargura que as injustiças deixam na gente. Mônica é a dona da rua. Cebolinha se acha mais esperto e quer ser ele o dono da rua - simbolicamente quer roubar o coelho dela, o Sansão. Assim como Dalila precisava tirar o cabelo do herói para tirar sua força, Cebolinha precisa roubar Sansão para tirar o poder simbólico, o cetro de Mônica. Mas seus planos sempre dão errado e ele apanha. Porque bate nos meninos, Mônica é a dona da rua. O ciclo se repete. Quem começou? Não dá pra saber. Isso distancia a 'violência' entre essas crianças de uma relação de bullying. É uma rivalidade em pé de igualdade. Mônica chora, mas também se defende. Cebolinha apanha, mas não perde o sarcasmo. Eles sofrem, mas não são derrotados. São como os clowns. A gente ama tanto a nossa humanidade que há neles, e é por sofrerem que são humanos. Mas eles sofrem sem rasgar e sem perderem a humanidade. São mais humanos, por não serem de carne. E são crianças. São capazes de serem ao mesmo tempo malvados e doces uns com os outros. Vão nas festas de aniversário uns dos outros e combatem vilões juntos. Ajudam a tirar ciscos do olho e consolam-se quando estão tristes. Acho que no céu é assim: as crianças ainda brigam, mas nunca se machucam e sempre se perdoam. Não é a toa que a Turma da Mônica funciona, mesmo com o traço simplório, a seqüência de quadros e fundos preguiçosos, etc. São histórias que tratam o leitor infantil com honestidade e também com carinho.
214 aiguilledumidi Estava subindo a rua do colégio em que voto e ouvi um pai falando pra filha, a menina devia ter uns 5 anos, 'FIlha, nunca vote nos candidatos desses panfletos, eles não se importam com a cidade, olha só quantos papéis no chão, eles só sujam a rua'
193 O_abysswalker Você foi visitado pelo caranguejo de brasília Diga 'COMO VOTA,DEPUTADO?' e você receberá paz e saúde depositados diretamente na suiça
191 g-c-a O nome técnico geológico é rocha para aglomerados de vários minerais. Prefere-se 'pedra' quando se fala de um único mineral (e.g. pedra preciosa). Claro que o autor desconhece esses detalhes. Para ele, provavelmente, o termo rocha deve ser meramente um rebuscamento para pedra. No entanto, somos obrigados a concluir que piroca é gostosa.
169 bhsn come a mulher dele e se ele reclamar come ele também, pronto.
169 lKauany O mais engraçado é que o PT tinha 1 (um) ((~UM~)) trabalho só, basicamente. A gente perdeu uma década (80) e fez sacrifícios e reformas dificílimas na outra década (90) para conseguir recuperar a capacidade do Estado de operar. Tudo que o PT tinha que fazer para manter a estabilidade macroeconômica era cumprir o tripé: Meta fiscal (superávit primário), meta de inflação e câmbio flutuante. O Lula conseguiu não foder tudo no primeiro mandato. Abriu mão de todas suas promessas de campanha PSOLentas, fez a carta ao povo brasileiro e seguiu a política econômica ortodoxa, chamou Henrique Meirelles (que era deputado ou candidato pelo PSDB) para o BC, chamou um monte de liberal-ortodoxo no primeiro mandato. Porra, eu tive esperanças. ELES CONSEGUIRAM FAZER O MÍNIMO. Manteram o tripé, a estabilidade econômica, que permitiu o crescimento, o controle do nível de preços, a intensificação de politica social. Tá acontecendo?! Aí no Governo Lula 2 as coisas começam a mudar. Vem Mantega, vem desenvolvimentismo, BNDES, desleixo com as metas do tripé. Na época eu falei tudo bem, a gente consegue sobreviver. Mas aí veio a Dilma, que fez a ANTÍTESE do tripé. Literalmente, a frase 'tacar o foda-se' tomou novas proporções. Meta de inflação? Vamos utilizar o Banco Central de cobaia para os nossos experimentos desenvolvimentistas e diminuir juros na marra, achando que as coisas funcionam dessa forma. O investimento não veio, a inflação estourou o teto da meta. - E quando a coisa deu errado? ->; Controle de preços. Sério, controle de preços administrados. É como se a gente não tivesse aprendido nada. Meta fiscal? Hahaha, quem precisa disso? Como vou manter superávit se preciso dar mais dinheiro para o Eike e para o Marcelo Odebrecht?! Não precisamos de reforma fiscal, tá tudo ótimo, aguentamos ficar no ritmo que estamos, deixa os servidores públicos, coitados. Pleno emprego, limites da expansão fiscal? Fizemos política anti-cíclica depois da crise, pq não podemos fazer eternamente?! - E quando a coisa deu errado ->; Pedaladas, fraude fiscal. Câmbio flutuante? Isso é coisa de neoliberal tucano. Vamos gastar bilhões em swaps controlando o câmbio. - Quando deu errado? ->; Continuaram fazendo. Resultado: Maior crise desde o crash da bolsa (1929-1933), por motivos puramente domésticos (ao contrário das propagandas, não existe crise internacional, nenhum economista corrobora com a tese), em um país que consegue a proeza de crescer só mais que a venezuela e a rússia (que está em guerra). Vocês entendem como é difícil fazer isso? Um país gigante, uma potência regional, em tempos de paz e ambiente externo favorável, entrar em uma depressão profunda só por conta de políticas econômicas erradas uma atrás da outra? É tipo assim, average stupid não consegue fazer isso. Precisa ser advanced stupid. Precisa ser um outro nível de estupidez, demagogia, arrogância e populismo para conseguir fazer o que fizeram. Não foi trabalho de amadores fazer o país voltar 30 anos no tempo. A Dilma tinha 1 trabalho. Era só fazer o feijão com arroz. Ao invés disso ela decidiu jogar uma bomba atômica em todas as instituições que mantinham esse país onde estava. Deu no que deu. Vamos precisar de mais 10 anos para corrigir as coisas, vamos chegar em 2020 com o nível de produto de 2009. E depois ficar falando 'é culpa do PT' é alienação.
161 Eitjr O Lula sempre falou: ah o sítio era de um amigo... Nada era meu, tudo do meu amigo... Pronto. Era do amigo mesmo....
155 mortadelabr >; Façam o mesmo, saiam da rotina com apenas uma cheirada! Ainda bem que tem o contexto.
139 LoreChano Quanta gente pessimista. Em 1980 o IDH do Brasil era pior que o da maioria dos países africanos hoje, mais da metade da população vivia em condições deploráveis, tinha gente literalmente morrendo de fome no sertão nordestino até um tempinho atrás. O fato de estarmos numa crise não anula o fato de que o Brasil foi um dos países que mais melhorou no mundo nos últimos 30 anos. Pelo jeito o pessoal deste sub acha que todo mundo em país desenvolvido vive que nem um imperador romano.
138 frahm9 * they kill kid * oh shit
136 maisumedu EDUARDO CUNHA PRESO HOJE.
134 karkar01 Eu entendo que podem existir contextos em que uma mãe ou um pai utilizem alguma agressividade na relação de educação dos filhos. Eu não entendo filmar. A parte do tornar público dessa forma, pra mim, não tem nuance, não tem contexto, é errado demais. É um tipo de humilhação pública que dilata qualquer punição a um nível incontrolável. E nenhuma punição deve ser incontrolável. No entanto, essa história do câncer é toda falsa. Procure, e a internet lhe dirá que a menina estava sendo punida por outro motivo, que nada tem a ver com ofender outras pessoas.
131 geraldo_Rivia AMIGO PRESO AMANHÃ.
130 DrHelminto >;Protestos pró humm.. >;e contra sei... >; Trump normal.. >;têm briga e detidos que coisa >; na Paulista O Q?! Pra que?!
129 smartassnick Saiam da frente com seus direitos que nós estamos passando com a nossa democracia
127 missurunha Olha o nível que chegamos, querem que a moça se foda por causa da posição ideológica dela. Isso me faz lembrar do caso no Paraná que os juizes processaram os jornalistas que publicaram os salários deles.
125 rubemll Tá aqui a tal: http://divulgacandcontas.tse.jus.bdivulga/#/candidato/2016/2/23043/170000008392 Curiosamente vários candidatos do partido tem 1 (uma) doação de R$ 750. De CPFs diferentes, claro. Exemplos: http://divulgacandcontas.tse.jus.bdivulga/#/candidato/2016/2/23043/170000008399 e http://divulgacandcontas.tse.jus.bdivulga/#/candidato/2016/2/23043/170000008397 e http://divulgacandcontas.tse.jus.bdivulga/#/candidato/2016/2/23043/170000008400 Ou a senhorinha errou na hora de preencher a tal doação, ou realmente alguém foi doar R$ 750 mas colocou alguns zeros a mais e misteriosamente a conta tinha fundos... (Mas quando tem '13' no meio é impossível não pensar no '13 e confirma') ___________________________________________ Edit: O final do CPF do doador é 844-36, e a doação é de 75 milhões, 844 reais e 36 centavos. Então o idiota que foi fazer a doação pelo laranja quis escrever R$ 750 (Como os outros candidatos) mas fez merda e colocou mais zeros que devia, com o final do CPF do laranja. Fácil descobrir essa. 750,00 tab 844-36, virou 75.000.844,36. Ainda que tenha gasto só R$ 750, que merda de resultado, 13 votos por R$ 750.
125 wajyi Melhorei pra você
123 pontoumporcento Por esse e outros motivos que eu acho que o voto deveria ser facultativo, assim essas pessoas ficam em casa sem ter que se preocupar em escolher o candidato que foram mais com a cara.
121 Perca_fluviatilis Especialmente a criança com câncer.
xam na gente
Os 20 melhores comentaristas:
Autor Karma
[deleted] 7762
missurunha 3429
VeteranCommander 2680
waspbr 1882
1984stardust 1875
fuckyou_m8 1873
Heavyweighsthecrown 1574
LoreChano 1497
schmook 1494
XiaoRCT 1474
bhsn 1467
folha-bot 1437
ExodiaTheBrazilian 1293
Jay_Santos 1282
pingusso 1267
DrHelminto 1255
cidadaodebem 1180
frahm9 1136
rubemll 1059
b545069 103
Os 20 piores comentaristas:
Autor Karma
anewkindofpokemon -86
scafutto20 -40
parallel_life -37
krykier -34
subtosilencio -30
Aymoreh -27
sujirohs -25
Direclaw777 -24
Previo -23
bicudoboss -22
gabrielkamp -21
felipeneves81 -19
RaynerJA -17
42x42 -16
EduarDudz -16
mecha_rat -16
salvatorhardin -16
wtvdd -16
CJ0900 -14
douglpsousa -14
submitted by lakeyosemit2 to brasil [link] [comments]


2016.07.13 22:08 mmxx_th Tentei migrar minha conta no Banco do Brasil para Conta Eletrônica hoje.

Hoje fui no banco do Brasil tentar fazer a migração na minha conta para a Conta Eletrônica.
O motivo de eu querer fazer essa migração, é que esse tipo de conta não cobra tarifas pra maior parte das transações que eu preciso fazer, desde que esta transação seja feita exclusivamente por meios eletrônicos(celular, computador, autoatendimento). Como eu, literalmente, NUNCA usei o serviço do banco que não seja por meio eletrônico, isso não vai ser um problema pra mim.
Mais informações sobre as "contas digitais"
Mas ok, chegando no banco, peguei a senha e fiquei esperando lá. Tinha duas pessoas só na minha frente, então pensei que seria coisa rápida, mas não. Só tinha uma pessoa atendendo e demorou mais de 30 minutos pra chegar minha vez. lol.
Demorou tanto que eu até peguei uma paixão platônica pela morena que é segurança do banco: uma moça bonita, cabelo longo e preto, sorriso bonito e sabe atirar em pessoas, o que mais um homem pode querer numa mulher?!
Mas enfim... fui chamado e daí a moça que me atendeu começou a atualizar meus dados cadastrais e daí perguntou o que eu queria e eu falei: "Gostaria de mudar meu pacote de serviços para a modalidade conta eletrônica".
Ela claramente não sabia do que eu tava falando. Como eu já sabia que isso provavelmente iria acontecer, eu levei este PDF impresso, que foi retirado desta página. E também disse que já tinha ligado no SAC e eles me disseram que fazer essa migração era possível e que teria que ser presencial na agência, então também levei o número do protocolo do SAC anotado.
Ter levado essas coisas realmente facilitou um pouco, mas ela ainda não tava sabendo como fazer pra alterar o pacote de serviços.
Depois de ela ficar mexendo um pouco lá no sistema, procurando informações, ela pegou meu documento e a folha que levei impressa e falou que ia falar com o gerente lá e já voltava. Muitos minutos depois(>15), ela volta e fala que pesquisou e vai conseguir fazer a migração :D porém pra isso ela teria que refazer o cadastro/contrato e precisava de um comprovante de residência, que eu não tinha no momento :(
Como eu não tinha o comprovante, ela disse que era só eu pegar e voltar lá amanhã ou outro dia que ela vai conseguir fazer isso pra mim. E pediu desculpas pela demora, já que ela realmente não conhecia esse esquema ainda.
Quando - e se - eu conseguir fazer essa migração, volto aqui e conto pra vocês. rs
Mudando um pouco de assunto, eu to aqui na minha mesa olhando pra minha carteira, que tem o cartão NuBank e o cartão do Banco do Brasil, e to lembrando que o processo INTEIRO pra conseguir o NuBank deve ter sido uns 5 minutos pelo celular, tempo que eu demorei só pra conseguir uma senha pra ser atendido lá na agência no Banco do Brasil. LoL
Nós já temos tecnologia suficiente pra evitar esses desperdícios de tempo, dinheiro e mão de obra. Só precisamos de colocar em prática.
edit: erros der digitação.
UPDATE: Aparentemente deu certo. Mas tive que apertar um pouco o pessoal lá. Tentaram me enrolar falando que isso é só pra novos clientes e etc. Daí falei: "Liguei no SAC e não foi essa a informação que eles me deram. Se eu ligar de novo lá no SAC ou na ouvidoria é isso aí que eles vão me falar?" Nota: É muito importante falar a palavra "ouvidoria".
Daí eles se esforçaram mais um pouco no sistema e conseguiram fazer alguma coisa lá.
Mas resumindo, se você quiser fazer a migração para uma conta eletrônica, fica aqui minhas dicas:
1 - Ligue no SAC pedindo informações detalhadas sobre isso, e ANOTE O PROTOCOLO
2 - Imprima o PDF que linkei ali em cima.
3 - Leve PDF, protocolo do SAC, comprovante de residencia, CPF, RG, senha de 6 dígitos na agência e fale que você quer migrar sua conta pra conta eletrônica.
4 - Se eles reclamarem, fale a palavra ouvidoria.
submitted by mmxx_th to brasil [link] [comments]


2016.06.22 13:53 rapozaum Alguém aqui usa o GuiaBolso?

Não conheço ninguém que use e queria saber se só eu tô achando que deu uma queda na qualidade (velocidade de atualização).
Antes eu podia acessar e confiar direto nas informações de lá, mas já peguei umas 3x e precisei conferir o lançamento no app do Banco...
Pra quem não conhece, o GuiaBolso é um serviço gratuito de controle financeiro.
O que me fez testar ele e passar a usar foi o fato dele usar os acessos às minhas contas pra atualizar seus dados.
INB4 "vc vai ser hackeado", o GuiaBolso só usa as senhas de acesso. Pros bancos que lancei nele, existem passos adicionais (outra senha ou cartão de acesso) necessários para qualquer transação, aí eu achei seguro.
submitted by rapozaum to brasil [link] [comments]


VB - Criação Banco de Dados Visual Studio 2012 + Access ... Atualização do banco de dados do Artemis PS3 Banco de Dados (Projeto 02)  Linguagem C #011 ACCESS 2007 - Consulta de Atualização (Aula 1) Wix - Crie um formulário para salvar informações no banco ... Banco de Dados com PostgreSQL - #06 - Atualizando dados - Update Funções para Banco de Dados no Excel - YouTube Planilha de Atualizar Banco de Dados - Pedidos de Vendas e Contas à Receber Criando Banco de Dados e Tabelas no Mysql Workbench

[Resolvido]Comando para atualizar banco de dados!

  1. VB - Criação Banco de Dados Visual Studio 2012 + Access ...
  2. Atualização do banco de dados do Artemis PS3
  3. Banco de Dados (Projeto 02) Linguagem C #011
  4. ACCESS 2007 - Consulta de Atualização (Aula 1)
  5. Wix - Crie um formulário para salvar informações no banco ...
  6. Banco de Dados com PostgreSQL - #06 - Atualizando dados - Update
  7. Funções para Banco de Dados no Excel - YouTube
  8. Planilha de Atualizar Banco de Dados - Pedidos de Vendas e Contas à Receber
  9. Criando Banco de Dados e Tabelas no Mysql Workbench

Funções para Banco de Dados? Vamos aprender EXCEL do ZERO passo a passo, em: http://www.cursodeexcelonline.com Hoje você vai aprender: Funções para Banco de ... Criação de Banco de Dados no Visual Studio 2012 com Access Obs: Pessoal não gravei o cursor do mouse nesta aula foi mal! Saiba como armazenar os dados do seu projeto no banco de dados PostgreSQL de forma simples e rápida. Vamos atualizar nossos dados usando UPDATE. Curso MySQL #01 - O que é um Banco de Dados? - Duration: 22:28. ... como corrigir o erro de dados corrompidos no ps3 - Duration: 5:15. LEVI TUTORIAIS 210,279 views. 5:15. Esse vídeo ensina como criar um formulário de captação de informações dos visitantes do site e salva-las em um banco de dados. Mostro basicamente como criar e usar um database e como criar e visualizar tabelas através de códigos e palavras reservadas da linguagem SQL. Passo a passo de como criar um banco de dados Access a partir de dados de uma planilha Excel. ... carregar e atualizar dados em formulários - Duration: 18:52. Renam Ruthes 44,347 views. 50 videos Play all Curso de Linguagem C (ANSI) WR Kits Modelagem de Dados - Conceitos de Bancos de Dados - Duration: 20:49. Bóson Treinamentos 232,434 views Ferramenta criada para atualizar registros no banco de dados dos Pedidos de Vendas e Contas à Receber com permissões de Administrador. SIGA-NOS EM NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS https://facebook.com ...